Agilidade na abertura de empresas em Rondônia ganha destaque em encontro nacional

A desburocratização para abertura e baixa de empresas em Rondônia foi destaque no 4º Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável, promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), entre 24 e 28 de abril, em Brasília. O trabalho da Junta Comercial de Rondônia (Jucer) foi elogiado, e o estado foi reconhecido como mais rápido no processo de legalização de empresas.

A agilidade dos serviços na Jucer faz parte de uma determinação do governador Confúcio Moura. O salto no atendimento aos empresários rondonienses se tornou viável a partir da implantasse da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) no estado.

Segundo o presidente da Jucer, Vladmir Oliani, a burocracia escraviza o contribuinte, e a rapidez no processo de abertura facilita o interesse dos antigos informais em se legalizarem. Oliani também destacou, que com a implantação da Infovia (conexões de banda larga em órgãos governamentais de Rondônia) conseguiu-se a libertação do labirinto burocrático.

O estado, de acordo com o presidente, saltou do 24º para o 1º lugar no ranking das Juntas Comerciais do Brasil, permitindo que empresas de baixo risco sejam registradas e consigam todas as licenças para funcionamento, e gerando mais empregos.

‘‘Estamos abrindo e dando baixa a empresas em menos de uma hora. Passamos a ser o balcão único de entrada de dados e documentos para registro de empresas’’, afirmou o secretário geral da Junta, Roger Francis Cardoso Ribeiro, completando que com a Redesim foi possível integrar 100% dos municípios rondonienses.

INTEGRAÇÃO

Para o presidente da Jucer, o resultado alcançado no estado também é reflexo do apoio de parceiros, como o Sebrae em Rondônia, a Associação Rondoniense de Municípios (Arom), o Corpo de Bombeiros Militar e a Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), além da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Vigilância Sanitária Estadual (Agevisa), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema).

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

Comente com o Facebook

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal É Fato Rondônia. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.